domingo, 11 de janeiro de 2015

Bolachas de vários sabores


Começo 2015 com o final de 2014, as bolachinhas que fiz em dezembro e que tanto gostei.
Decorei algumas com pasta de açúcar amarela (estrelas) e branca (flocos de neve) e para dar-lhes a magia do Natal, coloquei uns pózinhos brilhantes que as fizeram especiais.


A base da massa foi sempre a mesma, mas fiz de vários sabores. Este ano os escolhidos foram laranja com formigas de chocolate, limão com côco e bolachas de chocolate. 


Costumo colocar os ingredientes na máquina de fazer pão e em 15 minutos tenho a massa pronta e perfeita. Depois é só colocar 30 minutos no frigorífico envolvida em película aderente para ficar um pouco mais moldável. 


E vamos à receita:

- 125g de manteiga amolecida;
- 125g de açúcar amarelo;
- 250g de farinha com fermento;
- 50g de chocolate em pó;
- 1 ovo;
- Pitada de sal.

Colocam-se todos os ingredientes na máquina de fazer pão, sendo primeiro os líquidos e em seguida os sólidos. Escolhe-se o programa "Massa" que demora apenas 15 minutos.
Após terminar, envolve-se a massa em película aderente e vai no mínimo 15 minutos ao frigorífico.
Estende-se a massa numa bancada polvilhada com farinha e corta-se com as formas que se desejar.
A decoração é ao gosto de cada um. 


Um excelente ano para todos!

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Boas Festas


Desejo a todos os que nos visitam, amigos, conhecidos e familiares, umas Boas Festas! Que 2015 venha principalmente cheio de saúde e com todas as coisas boas que existem na vida.

Estas bolachinhas foram um pequeno miminho que eu e a minha filha fizemos este ano. A receita e mais fotos estarão brevemente por aqui!

Para todos, um excelente 2015!

domingo, 14 de dezembro de 2014

Cake design - Bolo do Panda


Uma amiga que tem assistido aos aniversários dos meus filhos e claro, tem visto os bolos que lhes faço, pediu-me para fazer-lhe o bolo de anos da filha. Foi com muito prazer que aceitei o desafio e com o coração nas mãos com receio do bolo não ficar bom... mas dediquei-me como se fosse para um dos meus filhos e assim saiu o Panda da Rita!


O maior desafio foi o tamanho do bolo... tinha de ser para cerca de 50 pessoas e até agora só tinha feito para quase 30... mas acertei no tamanho e ainda sobrou. Não cheguei a pesar o Panda, mas devia ter à vontade uns 7 quilos ou mais!


O bolo era de iogurte com duas camadas de recheio de chocolate, coberto com ganache de chocolate e pasta de açúcar. 


Para a decoração envolvente fiz bolachinhas que cobri com pasta de açúcar branco e brilhos.


E foi com muito orgulho que o entreguei na festa dos 2 aninhos da Rita, o primeiro bolo que fiz para "fora de casa"! Ficou lindo não ficou?

sábado, 1 de novembro de 2014

Compota gourmet de abóbora e Dia Um... Na Cozinha!


O Dia um voltou, no mês que passou andou cá por casa a bronquiolite, a conjuntivite, a otite e a amigdalite... peço desculpa se estou a esquecer-me de alguma das "amigas" -ites! Agora já anda tudo bom (é melhor não falar muito alto...). 
Todos os meses repito-me um pouco, mas é a pura verdade, nunca senti o tempo passar tão rápido como agora. Andamos sempre numa corrida a acordar cedinho para ir trabalhar, para ir à creche e à escola... chegamos a casa e andamos a correr para tomar banho, jantar, lavar os dentes e voltar a dormir. 


Com tudo isto tenho deixado a internet um pouco de parte, até as receitas novas têm reduzido um pouco, mas o dia um exige um pouco de esforço e por isso cá estou eu para participar no Dia Um... Na Cozinha!


O tema deste mês, como já deu para reparar, pedia uma compota. Estive para não participar, pois não é o meu forte, mas na última semana de outubro desafiaram-me a fazer este docinho maravilhoso e como era diferente experimentei! Devo dizer que é divinal! É uma deliciosa compota de abóbora, canela, vinho do Porto e amêndoa. Foi provada e aprovada por vários colegas do trabalho, pelo marido e familiares, ou seja, já voou toda!


Aqui fica a receita apenas para dois frasquinhos, pois não gosto de fazer em grandes quantidades.

500g de abóbora, usei uma abóbora pequenina;
300g de açúcar;
1 pau de canela;
1/4 de um copo de vinho do Porto;
Amêndoa palitada.

Corte a abóbora em cubos e coloque num tacho com o pau de canela, o açúcar e o vinho do Porto.
Leve a lume brando e deixe cozinhar até ficar ligeiramente espesso. Aproximadamente 45 minutos.
Quando estiver a ficar espesso retire o pau de canela e passe com a varinha mágica.
Volte a colocar no lume brando, mexendo de vez em quando, até atingir o ponto de estrada.
Acrescente a amêndoa palitada.
Guardar em frascos esterilizados. 


quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Bacalhau Espiritual e Dia Um... Na Cozinha!



E este foi o jantar de hoje! Um bacalhau espiritual para conseguir chegar a tempo de participar no Dia Um... Na Cozinha! Fiz umas pequenas alterações à receita inicial (o que já vem sendo hábito) e ficou muito bom, até a minha filha o aprovou!


Aqui fica a minha receita:

500g de bacalhau demolhado;
250g de lombinhos do mar;
1,200kg de batatas;
600g de cenouras;
3 cebolas;
2 dentes de alho;
Azeite q.b.;
1 carcaça;
3 dl de leite;
2 dl de natas de soja;
Sal q.b.;
Noz moscada q.b.
Manteiga q.b.

Coza o bacalhau, deixe arrefecer, escorra e limpe de espinhas e pele. Lasque e reserve.
Descasque as batatas e as cenouras e coza em água temperada com sal. Escorra e reduza a puré. Adicione um pouco de leite, manteiga e noz moscada e mexa bem para incorporar os ingredientes.
Descasque as cebolas e pique juntamente com os alhos. Refogue no azeite.
Demolhe o pão no leite e adicione ao refogado, juntamente com o bacalhau, os lombinhos do mar e as natas. Como a minha filha não gosta de sentir a cebola, quando adicionei o leite e o pão demolhado, passei com a varinha mágica. Tempere com sal se necessário.
Distribua metade do puré num pirex de ir ao forno, que previamente untou com manteiga.
Coloque o bacalhau por cima e cubra com o restante puré e leve a meio forno a 200ºC durante 20 minutos.
Depois de estar gratinado, retire e sirva.


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Dia Um... Na Cozinha! E um bolo de frutos vermelhos


Mais um dia 1 e mais uma participação no grupo do facebook "Dia Um... Na Cozinha!". Este mês o desafio era um bolo comemorativo de aniversário, podia ser recheado ou não, tinha era de ser um bolo digno de festejar o 1.º aniversário do grupo!
Como estou de férias, não tinha a minha cozinha, todas as minhas formas e utensílios que tanto adoro, por isso aproveitei o que tinha à mão e meti mãos à obra. 

A minha mãe tem imensos frutos vermelhos congelados e muita vontade de os gastar, por isso queria fazer-lhe a vontade e andei a pesquisar receitas de bolos com frutos vermelhos... o meu objetivo era fazer uma polpa que iria adicionar ao bolo e após alguma pesquisa... não encontrei nada!
Como não encontrei nada, peguei numa receita que já tinha feito, mas com puré de maçã, alterei alguns ingredientes e assim fiquei com este bolo delicioso e muito fofinho!


250g de açúcar;
100g de manteiga;
200g de farinha com fermento;
100g de farinha Maizena;
1 colher de chá de fermento em pó;
6 ovos;
300g de frutos vermelhos.

Começa-se por fazer o puré de frutos vermelhos. Como utilizei congelados tive de deixar descongelar. Reservei alguns para colocar no topo do bolo para decorar e o restante, após descongelar, triturei com a varinha mágica. Em seguida, se não gostar de sentir as sementes no bolo, pode passar no passador, se não se importar (como eu), reserve.
Bate-se o açúcar com a manteiga previamente derretida em banho maria ou no microondas, até ficar um creme esbranquiçado. Adiciona-se as gemas uma a uma batendo sempre.
Adiciona-se o puré de frutos vermelhos e em seguida as farinhas e o fermento.
Batem-se as claras em castelo e envolvem-se no preparado anterior.
Unta-se uma forma, deita-se a massa para o interior e decora-se com os frutos vermelhos que reservou-se no inicio.
Vai ao forno até estar cozido.
Se desejar, polvilhe no fim de estar frio, com açúcar em pó.


Também pode ser servido com uma bola de gelado, no meu caso era de gelado da Carte D'Or Crèma di Mascarpone - gelado de queijo mascarpone com molho de frutos vermelhos salpicado por pedaços de pistáchio.



sábado, 30 de agosto de 2014

Batatas recheadas


Demorei um pouco mais do que esperava a colocar este post, mas cá estou! E hoje trago umas batatas recheadas que ficaram muito boas e como foram batatinhas que os meu pais me deram, ainda souberam melhor! A primeira foto mostra o recheio que coloquei antes de adicionar a batata e os ingredientes vou colocá-los já abaixo.


4 batatas grandes;
2 tomates;
100g de fiambre (coloquei de peru);
sal q.b.;
4 colheres de queijo flamengo ralado;
2 colheres de sopa de cebolinho;
30g de margarina.
  

Escolha as batatas que tiverem uma forma mais oval e regular possível. Lave-as muito bem e coza-as em água temperada com sal durante aproximadamente 25 minutos.
Entretanto, lave e pique o tomate, corte o fiambre em tirinhas se utilizar fiambre fatiado, ou aos cubinhos se utilizar fiambre em fatias de 1 cm.
Junte o fiambre ao tomate e misture o queijo ralado e o cebolinho picado.
Corte uma tampa às batatas e escave a sua polpa.
Esmague a polpa das batatas com um garfo, juntamente com a margarina. Adicione os outros ingredientes e misture bem.
Recheie as batatas com este preparado e leve ao forno durante cerca de 25 minutos.