terça-feira, 31 de março de 2020

Bolo de iogurte, maçã e canela



Aqui estamos nós no 18.º dia de afastamento social, quarentena, como queiram chamar...

E por estes dias, ou melhor, estes 2 meses (março e abril) deparo-me com a minha agenda, facebook,  ou o que seja, a lembrar-me quase todos os dias de pessoas amigas ou conhecidas que fazem anos... eu própria faço anos em abril e é giro constatar que a maior parte dos meus melhores amigos são carneiros como eu ou fazem anos em março, abril. 


Como tal, decidi no último dia de março, fazer um bolinho, que simboliza todos nós que fazemos anos nestes dois meses e que fomos apanhados pelo vírus que não nos deixa encher a casa de pessoas que nos são queridas no nosso aniversário, nem deixa darmos abracinhos e beijinhos, oferecer e receber prendas... O bolo foi inspirado no blog que costumo seguir: O bolinho de sábado e que tem receitas deliciosas!


Aqui fica a minha versão. 
Ingredientes:

1 iogurte natural;
3 medidas de farinha;
2 medidas de açúcar;
1 colher de chá de canela;
1 colher de chá de fermento;
4 ovos;
1/2 medida com óleo e leite;
2 maçãs reinetas cortadas aos pedacinhos. (No meu caso tinha congelado maçã reineta que se estava a estragar, daí o bolo ter ficado muito mais húmido devido à maçã, mas delicioso na mesma)


Modo de fazer:

Coloque os ingredientes secos num recipiente. Misture com uma colher de pau e faça um buraco no meio. Coloque os restantes ingredientes excepto a maçã.

Bata todos os ingredientes durante uns 10 minutos. Depois junte a maçã e incorpore-a bem.

Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha. 

Leve ao forno a 180ºC aproximadamente 45 minutos. Não se esqueça de não abrir o forno nos primeiros 30 minutos.


Este bolo ficou com alguns buraquinhos, devia ter batido com a forma na bancada da cozinha antes de colocar no forno, mas não o fiz... No entanto ficou com uma camadinha exterior estaladiça maravilhosa. Ficou no interior um bolo um pouco mais húmido, por a maçã ser congelada, mas está delicioso! Recomendo!


E com este bolinho acabamos este mês. 

Muitos parabéns a quem fez anos em março! O meu pai foi uma das pessoas que fez anos este mês e é uma das pessoas que está no meu coração... como ele estão outras pessoas, que sabem quem são...

Amanhã começa abril e com ele o aniversário da minha amiga do coração, que conheço desde que me conheço, amigas desde pequeninas, amigas na adolescência, afastámo-nos na fase adulta (quando casei e tive filhos e andei demasiadamente ocupada para tudo), mas desde o início de 2019 que nos voltámos a aproximar e é como se diz, uma melhor amiga nunca deixa de ser melhor amiga por menos que uma pessoa se fale, por mais que nos afastemos. Estamos sempre presentes, nem que seja em pensamento e amigas destas não se perdem nunca. Obrigada por ouvires-me a qualquer hora, sei que estás aí e tu sabes que estou aqui!

E mais algumas pessoas que conheço que fazem anos em abril, elas sabem quem são e no devido dia darei os parabéns, pois não se deve dar com antecedência! No final do mês a minha filhota e mais uma amiga de muitos e muitos anos que também está no meu coração. É um mês em cheio.

Nestes dias em que não podemos andar como sempre andámos, sinto saudades de beijos, de abraços, de cheiros, de sorrisos. Deixo-vos o meu sorriso e que tudo isto passe rápido e possamos fazer uma grande festa de aniversário todos juntos, com saúde! 




quinta-feira, 26 de março de 2020

Lombo de porco recheado com farinheira


Porque estamos em casa e porque é bom não estarmos constantemente a fazer refeições, pelo menos para quem está como eu, em teletrabalho, aqui fica uma receita deliciosa, aprovadíssima pelos meus filhos!


Ingredientes:

1,400 kg de lombo de porco;
1 farinheira;
3 dentes de alho;
Vinho branco q.b.;
Azeite q.b.;
Pimentão doce da Margão q.b.;
Pimentão caseiro; 
1 folha de louro;
Sumo de 1 laranja;
Sal;
Fio de cozinha;


Como fazer?

Compre um lombo já arranjado e limpo e faça-lhe um corte no sentido do comprimento sem separar as metades;

Corte a farinheira ao meio, retire a pele, coloque-a sobre a carne e feche. Ate com o fio de cozinha e coloque num tabuleiro para levar ao forno;

Tempere com os dentes de alho picados, o vinho branco, o azeite, o sumo da laranja, o pimentão doce, o pimentão caseiro, a folha de louro retirando o veio central da folha e o sal. Envolva muito bem e se puder deixe de um dia para o outro ou algumas horas;

Coloque no forno. Este deverá estar +/- a 180ºC e demorará cerca de 60 minutos. Vá regando de vez em quando com o próprio molho e se necessário um pouco de água.

Quando estiver pronto corte às fatias. Eu servi com puré de batata e ficou divinal! 


Bom apetite e evitem sair de casa.

domingo, 22 de março de 2020

Pandemia - Coronavirus - Covid-19

Hoje não trago nenhuma receita, não venho com a cura do vírus que modificou o dia-a-dia de todos nós, nem tenho nenhuma imagem ou vídeos engraçados sobre a quarentena.

Tal como muitas outras pessoas, há uma semana larguei a minha rotina do dia-a-dia e fiquei em casa em teletrabalho com os meus filhos de 11 e 6 anos. Não é fácil, de um momento para o outro, o carro ficou estacionado à porta durante toda a semana (e vão ser mais...) e passei a ter de gerir tudo num só local. A casa passou a ser escritório, escola, cantina/refeitório/restaurante, ATL, nisto ainda é preciso manter tudo minimamente arrumado, limpo e tentar que o façam também, acalmar discussões, impôr mais regras e respirar fundo. 

Entretanto há aquelas pessoas que são imprescindíveis lá fora e que todos os dias têm de sair de casa e fazer o seu melhor, esperando não passar a ser mais um caso suspeito ou confirmado, nem levar o vírus para a família mais próxima. 

Para os que estão como eu, o que temos a fazer é sair o mínimo possível de casa, apenas para curtos passeios com as crianças pelas redondezas da casa para absorvermos um pouco de vitamina D e caminhar um pouco, sempre com os cuidados essenciais, ir às compras apenas quando necessário e... mais nada. Fazer o que tem de se fazer em casa.

Manter-nos em casa é o melhor que podemos fazer, tentar baixar a curva, deixarmos de ter um crescimento exponencial e que todos os casos confirmados possam ser todos bem tratados para não haver um número de mortes tão elevado e para deixarmos de nos contaminar uns aos outros sem sequer saber para o número de casos confirmados começar a baixar.

Também devemos manter-nos informados, pelas notícias na televisão, ou por exemplo nos sites da DGS, no SNS ou no Portugalgov.

Não é fácil, mas vamos ultrapassar com força, coragem, otimismo e paciência! Vamos cuidar-nos uns aos outros e proteger-nos. 



domingo, 8 de março de 2020

Queijada de leite com canela


Depois de uma ida ao ginásio nada melhor do que saltar para a cozinha e fazer um docinho para as pessoas que estão no meu coração, pela sua amizade, bondade e generosidade. 
É bom ter pessoas assim na nossa vida. Saber que não estamos sozinhos, que nos momentos mais difíceis que a vida nos dá, nos estendem a mão e ajudam sem pedir nada em troca.

Sem mais palavras, porque amanhã é dia de trabalho e o corpo já está a pedir descanso há umas horas, aqui fica a receita da queijada, tarte, como queiram chamar, de leite com canela e que tem uma textura e firmeza fantásticas! 


Ingredientes:

- 280g de açúcar;
- 100g de farinha com fermento;
- 1 colher de chá de fermento em pó;
- 50g de manteiga;
- 4 ovos;
- 5 dl de leite;
- Canela q.b.


Como fazer...

Comece por untar uma tarteira e forrá-la com papel vegetal, untando-o também e polvilhando com farinha.

Misture muito bem o açúcar com a manteiga (depois de a derreter no microondas).

Junte os ovos, a farinha, o fermento e bata para ficar uma mistura homogénea.

Ferva o leite com uma casca de limão.

Adicione o leite, passando pelo passador e mexa muito bem.

Ligue o forno a 180ºC.

Deixe repousar 10 minutos e depois passe para a tarteira. Polvilhe com canela e leve ao forno durante aproximadamente 30 minutos.

Depois de cozida deixe a tarte arrefecer um pouco e só depois desenforme.


Espero que gostem e um excelente dia da Mulher, para todas as Mulheres que passam por aqui :)


terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Tarte de amêndoa


Primeiro post do ano. Se fizer um post por mês este ano, já fico hiper mega feliz! Ora aqui fica mais um desafio pessoal para 2020... ;)

Ainda estamos em janeiro, por isso acho que ainda posso desejar a todos um excelente ano, recheado de bolinhos, sorrisos, beijinhos, muita saúde, exercício físico, tudo o que quiserem e vos fizer feliz! 

Começo o ano com uma tarte de amêndoa e com uma nova letra nas fotos... o programa que utilizo pregou-me uma rasteira e para além de se ter "modernizado", retirou a letra que eu utilizava da sua lista, pelo que tive de escolher uma nova... acho que este foi o primeiro sinal para ver se faço um refresh no blog... vamos ver... 


Mas voltando à tarte de amêndoa, aqui fica a minha receita, com umas modificações, na tentativa de ser um pouquinho menos calórica.

Para a massa:

60g de manteiga;
160g de açúcar amarelo;
200g de farinha;
2 ovos.

Para a cobertura:

100g de açúcar;
100g de manteiga;
125g de amêndoas;
50ml de leite.

Comece por peneirar a farinha com o açúcar. Faça uma cova e deite os ovos e a manteiga derretida no meio. Mexa tudo rapidamente para obter uma massa um pouco mais mole.

Deite a massa numa tarteira não muito grande e leve a cozer +/- 20 min.

Num tacho misture as amêndoas com o açúcar, a manteiga e o leite. Leve ao lume para ferver e engrossar.

Deite o preparado sobre a massa da tarte que foi ao forno e leve a alourar em forno quente.


Rápida de fazer e muito boa. Experimentem!

Um Bom Ano e sejam felizes!

domingo, 22 de dezembro de 2019

Tronco de Natal e Boas Festas


O Natal aproxima-se e mais um ano que está quase a terminar. A poucos dias do Natal, apercebi-me que ainda não tinha colocado no blog, uma receita do Tronco de Natal que fiz em 2017.


Um Tronco de Natal para fazer-se com tempo, pois tem várias etapas: 

A torta:

- 4 ovos;
- 4 colheres de sopa de água a ferver;
- 125 g de açúcar;
- 125 g de farinha com fermento;
- Sal q.b.

O recheio de doce de ovos:

- 6 ovos;
- 150 g de açúcar branco;
- 125 ml de água;
- 1 casca de limão.

A cobertura de ganache de chocolate:

- 200 g de chocolate mínimo 53% cacau da Nestlé;
- 200 ml de natas.


Começa-se por fazer a torta:

- Comece por separar as gemas das claras e bata as claras em castelo bem firme;
- Numa tigela deite as gemas e bata com o açúcar e com a água quente até obter um preparado esbranquiçado e fofo;
- Junte a farinha com o fermento e o sal;
- Por fim junte as claras em castelo e envolva até estar tudo bem ligado;
- Unte um tabuleiro retangular com manteiga, forre com papel vegetal e unte novamente com manteiga;
- Deite a massa no tabuleiro e leve a forno pré-aquecido a 180ºC durante aproximadamente 20 minutos;
- Retire a torta do forno e desenforme para cima de uma película aderente esticada.


Para fazer o doce de ovos:

- Coloque num tacho o açúcar branco, a água e a casca de limão; 
- Deixe ferver e leve 3 minutos a lume médio;
- Mexa as gemas com um garfo, junte a calda e depois passe num passador;
- Leve novamente ao lume e deixe cozinhar em lume brando sem parar de mexer;
- Quando as gemas engrossarem, desligue o lume e mexa mais um pouco para que as gemas não cozam;
- Coloque o doce de ovos numa tigela e deixe arrefecer durante 15 minutos.

Para a ganache de chocolate:

- Comece por partir o chocolate aos pedaços;
- Coloque as natas num tacho e leve a lume brando, mexendo sempre até ferverem;
- Desligue o lume e junte o chocolate às natas e mexa até ficar todo o chocolate derretido e ter um cremoso creme de chocolate. 

Para fazer a montagem do tronco de Natal:

- Enrole a torta com o doce de ovos e depois corte um lado na diagonal e outro lado a direito;
- Uma parte em diagonal coloque a meio do tronco como se fosse um ramo, a outra parte coloque por cima;
- Barre com a ganache de chocolate e faça uns riscos com um garfo ao longo de todo o tronco;
- Decore a gosto.


E com  esta receita deliciosa e bastante natalícia, desejo um Feliz e Santo Natal com muita paz, amor e com as pessoas que vos enchem o coração.

domingo, 18 de agosto de 2019

Pudim de ovos


Verão pede pudins, gelados, sobremesas frescas e quando há muitos ovos, nada como um pudim de ovos! 


Esta receita levou os seguintes ingredientes:

12 ovos;
1 litro de leite;
300g de açúcar;
Essência de baunilha, q.b.;
Caramelo líquido.

Leve ao lume um tacho com o leite, o açúcar e umas gotas de essência de baunilha e deixe ferver.

Numa tigela bata os ovos e adicione de seguida a mistura do leite em fio mexendo sempre.

Passe essa mistura num passador de rede e verta para uma forma caramelizada.

Leve ao forno em banho maria, durante aproximadamente 45 minutos. Quando espetar um palito e vier seco, desligue o forno e deixe arrefecer no banho maria.


Depois de desenformado está pronto a ser devorado! 😋